sábado, 25 de novembro de 2017

Dicas para uma road trip sem problemas

A maior parte de nossas viagens acontece de carro. Além de acharmos uma maneira muito prática, esse tipo de viagem nos dá muita liberdade para ir onde quisermos, parar sempre que acharmos necessário, descobrir partes do caminho que não encontraríamos de outra forma. Viajando de carro não temos que nos preocupar com os horários engessados dos ônibus ou aviões. E ainda temos mais facilidade para levar nossa fiel escudeira, a cochorrinha Luli, que nos acompanha em boa parte das viagens há cinco anos.

Foto: Pixabay
Para que a viagem de carro ocorra da melhor maneira, uma série de cuidados devem ser tomados. Precisamos estar atentos à manutenção e documentação do veículo, saber qual a melhor ou mais agradável rota tomar, se e onde iremos fazer as refeições ou pernoitar. Para facilitar a vida de todo desbravador de estradas, reunimos algumas dicas bem práticas, de acordo com nossas experiências.

O carro

No nosso caso, a enorme maioria das viagens ocorreu em um de nossos carros. Isso, de certa forma, facilita um pouco a percepção de possíveis problemas, ou a necessidade de ajustes pontuais antes de pegar a estrada. De qualquer forma, é importante sempre seguir as recomendações de revisão dos fabricantes - normalmente a cada 10.000 km. Caso tenha pulado alguma delas, julgamos obrigatória a revisão antes da viagem, pois isso pode lhe poupar grande dor de cabeça. Verifique os fluídos, as lâmpadas, as suspensões, os freios... enfim, tudo! Já estive parado na beira da estrada em uma madrugada e a sensação não é nada agradável... Por outro lado, quando o veículo é alugado com uma das grandes empresas do setor (e com a RentCars você tem sempre o melhor preço), certamente o carro já está revisado e pronto para rodar.
Foto: Pixabay
Um aspecto muitas vezes deixado em segundo plano, mas que pode ocasionar grandes prejuízos é com relação ao combustível. Antes de viajar, ao preparar o roteiro, é interessante planejar onde serão os abastecimentos. Isso ajuda a pagar mais barato (no RS, por exemplo, há regiões em que o litro da gasolina custa R$3,60 e outro em que o valor chega a R$4,95) e a garantir a qualidade da gasolina ou etanol. Muitos fóruns citam bons e maus postos em diversas regiões. Sempre que podemos, buscamos encher o tanque repetindo o posto e garantindo a confiabilidade. Importante salientar que cada país possui especificações diferentes para a fórmula dos combustíveis. Verifique se a regulagem de seu veículo consegue interpretar isso!

Os pneus, grande ponto de segurança dos veículos, devem ser muito bem analisados antes da jornada começar, afinal são eles que dão a maior parte da estabilidade do veículo. Nunca rode com pneus com vincos menores que os indicados pelo fabricante, afinal a vida não tem volta! Além do estado, calibre sempre os pneus com a pressão correta pois, além de aspectos de segurança, isso fará economizar combustível e aumentar sua autonomia! Com relação aos pneus, tenha em mente o terreno onde você estiver rodando e as especificidades da viagem (como a necessidade de instalação de correntes para andar na neve, por exemplo).
Foto: Pixabay
Ainda com relação ao seu veículo, é essencial verificar a presença dos equipamentos de segurança obrigatórios. Verifique se o triângulo está no porta malas, se o cabo para reboque (exigido em alguns países sulamericanos) está guardado, dentre outros. Antes de sair do Brasil de carro, verifique sempre os equipamentos obrigatórios, evitando dores de cabeça!

Documentação

Os documentos do veículo e do condutor são as primeiras exigências dos policiais quando somos sorteados em alguma averiguação. Portanto, tenha certeza de estar portando a CNH antes de dirigir e de que o documento do veículo esteja com você. O veículo deve estar com o licenciamento em dia para estar apto a circular. Para as viagens ao exterior, por fronteira terrestre, certamente você deverá mostrar, na aduana, toda a documentação. Nestes casos, ainda, caso o proprietário do veículo não esteja presente, ele deverá enviar documentação autorizando o motorista a levar o carro para outro país. Caso o carro esteja alienado, ou com alguma ligação com instituição financeira, a empresa deve autorizar o carro a ultrapassar a fronteira, também.

Lembrando que ao atravessar as fronteiras terrestres do Mercosul, a CNH não dispensa a apresentação da carteira de identidade ou passaporte, fica a dica!

A viagem

A viagem sempre deve ser preparada com antecedência (lembra da revisão do carro?), para que se tenha a maior segurança de que tudo vai correr bem. Apesar da tecnologia do GPS, que facilita muito a descoberta de novos pontos, sempre temos também um mapa à moda antiga, impresso (de um guia da Abril, sempre bem completinho!). Fazemos isso para o caso de ficar sem sinal de GPS na estrada ou, caso tenhamos nos preparado para usar o GPS do celular, não ficarmos na mão se ficarmos sem internet. Na verdade, pouco usamos esse mapa, mas se precisarmos, ele estará lá!
Foto: Pixabay
Falando em mapas, GPS, é bom sempre prestar atenção nas atualizações dos mapas do GPS. De vez em quando é interessante esta atualização, principalmente para trechos urbanos, pois assim corre-se menos risco de ser mandado para ruas que mudaram de direção, por exemplo. Outra boa forma de guiar-se é através de aplicativo como o Waze, que usa a plataforma colaborativa informando onde há obras e acidentes, por exemplo. Sobre o GPS de celular, há alguns modelos que permitem o download de mapas, o que faz com que o mapa siga ativo, mesmo sem internet.

Ao preparar a vigem, uns dias antes é interessante verificar a situação das estradas por onde você passará. Costumamos dar uma olhada no Twitter das Polícias Rodoviárias, por exemplo, que citam sobre obras e possíveis interdições (por deslizamentos, chuva, manifestação). Além disso, há fóruns que falam sobre o estado geral da rodovia, para que já se esteja preparado para buracos, perigos e para calcular o tempo da trip! Também algo que faz muito parte de road tripos são os sustos com os valores dos pedágios. O site Mapeia faz esse cálculo (de forma aproximada). Lembre-se de levar grana para esses pagamentos!

O seu trajeto será longo? Lembre-se de fazer algumas pausas, para relaxar, dar uma espriguiçada e esticada nas pernas e braços. Aproveite os postos de combustível, ou alguma parada para passeio, vá ao banheiro, dê uma andada e revigore sua energia. Dirigir é cansativo, ainda mais depois de horas a fio no volante. Se for possível, faça o revesamento do motorista e tire um cochilo!
Foto: Pixabay
Caso seja necessário, é bom estar preparado para uma noite de sono. Preveja isso antes da viagem e já esteja preparado para parar em algum lugar para dormir. Normalmente em road trips de vários dias, já iniciamos a viagem sabendo até onde vamos a cada dia. Já fomos de Navegantes até Rio Grande, Depois de Rio Grande até La Paloma... Também já fomos pegas de surpresa com um cansaço extremo e paramos para cochilar por umas horinhas em um paradouro que nos pareceu seguro! O mais importante é: não subestime o sono!

Não esqueça, também, de criar e levar a sua playlist animada, divertida, pois a música transforma uma viagem! As músicas fazem o tempo passar muito mais rápido na estrada, além de integrar a galera e acalmar crianças (melhor, só um tablet com desenhos infantis!). Outro ponto a ser lembrado é uma caixa de isopor com alguns sanduíches, água, refrigerante e energético geladinhos... Os gaúchos costumam levar o chimarrão para ir sanando a sede. Snacks também são uma boa pedida, pois podem ser comidos sem perder a atenção na estrada! Só preste atenção a alimentos muito pesados ou gordurosos durante a viagem, pois além de darem um sono sanado, pode lhe causar algum desconforto estomacal!

Com todas essas dicas, agora é só curtir a viagem ao máximo, explorando cada vez mais esse mundão!


Comente com o Facebook:

5 comentários:

  1. Ótimas dicas!!

    Principalmente pra quem não viaja muito de carro, como eu! hahaha

    Se tivesse lido antes teria economizado uma grana com combustível. Na última vez fui pra Angra, ao invés de abastecer em Ubatuba deixamos pra fazer isso em Paraty. Jamais imaginei que o combustível em Paraty seria mais R$1,00 mais caro do que na sua cidade vizinha!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Eu AMO roadtrips! Já fiz o Norte da Argentina, Montanhas Rochosas do Canadá, ilha sul da Nova Zelândia, Austrália.... Achei seu pequeno manual para viagens de carro muito bom, com tudo o que um viajante precisa saber para não ter problemas.

    ResponderExcluir
  3. Nós adoramos viajar de carro e concordo plenamente com suas dicas! Usamos todas essas estratégias também e sempre dá super certo. E olha que viajamos com 3 crianças!

    ResponderExcluir
  4. colocar as distancias entre as cidades no projeto eh super importante, pois algumas cidades estao longe uma da outra e nem sempre temos ctz se vai ter combustivel ate la! nos sempre colocamos em vermelho ABASTECER NA CIDADE TAL antes de continuar a viagem pra garantir q nao vamos ficar abandonados na estrada

    ResponderExcluir
  5. Excelente post! Dicas muito úteis e que a gente pode acabar esquecendo em meio ao planejamento...
    Na última viagem de carro que fizemos à Chapada dos Veadeiros, acabei esquecendo de baixar o mapa de Goiás no GPS e na estrada o sinal do celular era péssimo, quase ficamos na mão :/
    Já salvei aqui nos favoritos pra ler antes da próxima trip!

    ResponderExcluir