quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Vinícolas em Curitiba - Caminho do Vinho

Adoramos passear por vinícolas! Para quem já conhece o blog, isso não é novidade. Vira e mexe temos uma publicação sobre algum empreendimento enogastronômico. Já visitamos Bento Gonçalves e o Vale dos Vinhedos (Casa Valduga, Miolo, Salton, Aurora), Garibaldi, Monte Belo do Sul, Pinto Bandeira. Já passamos por festas que celebram a vindima e o vinho (aqui, aqui e aqui). Além desta bela região gaúcha que destaca-se com a produção vinícola, já passamos - e ainda não publicamos - por várias vinícolas catarinenses, em São Joaquim e Urussanga.


Mesmo visitando Curitiba por diversas vezes - até porque a Lis é curitibana - me surpreendi quando soube que a capital paranaense tem um roteiro rural que reúne alguns estabelecimentos que produzem e vendem a bebida de Baco. Tivemos a chance de conhecer parte desta rota, em um ambiente muito bucólico e agradável, a poucos quilômetros da BR-277.

Como chegar



Bom, na verdade o roteiro não fica exatamente em Curitiba, mas sim em São José dos Pinhais, na região metropolitana. Para quem parte das regiões centrais da capital paranaense, há diversas opções para chegar até o roteiro. É claro que as mais fáceis são sempre de táxi e Uber (clica aqui e ganhe um desconto!) ou Cabify. Outra boa opção é alugar um carro e seguir até lá usando o GPS! Para ir até o início do roteiro, o endereço a ser buscado é Rua Júlio Cesar Setenareski, snº / Colônia Mergulhão, São José dos Pinhais, Paraná (o mapa acima mostra esse endereço). A rota está a cerca de 25km do Jardim Botânico.

Para quem ja está pensando em passar o dia passeando, conhecendo as vinícolas e ainda degustar muitos produtos diferentes sem precisar dirigir ou procurar endereços, uma excelente opção é a Linha Turismo. Trata-se de um ônibus que parte do Shopping São José, em São José dos Pinhais. Há linhas urbanas de ônibus que partem do Terminal Guadalupe, em Curitiba, e vão até este shopping. A passagem de ônibus para o roteiro custa R$20,00, e mais informações estão disponíveis neste site.



O Caminho do Vinho

Na zona rural de São José dos Pinhais, na grande Curitiba, a Associação Caminho do Vinho abre espaço para o turismo rural na Colônia Mergulhão. Em um ambiente bucólico, típico do interior, vários estabelecimentos abrem suas portas e vendem sua produção de vinhos, biscoitos, licores, queijos, embutidos e artesanato. O Caminho do Vinho possui 34 propriedades rurais envolvidas nas mais diversas atividades como vinhos, restaurantes e cafés coloniais, chácaras de eventos e lazer, minhocário, pesque-pague, pousada, receptivo local, artesanato entre outras. Mantém ainda hoje edificações típicas da colonização italiana, bem como de outras influências, consideradas de valor histórico, e muitas continuam sendo utilizadas pelas famílias locais.

Como nossa vista a Curitiba foi rápida, conhecemos apenas alguns estabelecimentos do Caminho do Vinho, ficando com vontade de quero mais! Certamente o local merece uma visita mais completa, onde passaremos por outras unidades familiares.

Nossa visita começou pela Adega Bortolan, situada no começo do roteiro, em um belo casarão histórico, decorado com floreiras nas janelas. Internamente conta com decoração que lembra a tradicional família vinda da Itália, com fotos e objetos históricos. A Adega oferece vinhos e espumantes de produção própria, além de diversos outros produtos, como sucos, bolachas, temperos, embutidos e conservas. O ambiente é amplo e muito agradável e a casa oferece seus vinhos para degustação. Quando visitamos o local, a parte destinada a produção estava fechada para visitas, em decorrência de uma pequena reforma. Além da loja e produção, a Adega Bortolan possui um pequeno jardim, cenário para belas fotos!

Quase na frente da Adega Bortolan, encontramos outra vinícola, a Vinhos Vô Vito. O prédio da Vinhos Vô Vito lembra uma grande pipa de vinho, dentro da qual encontramos o varejo, além de um espaço temático onde ficam expostos alguns itens históricos, como rodas de carroça, barris, artigos de decoração e garrafas.  A vinícola vende produtos próprios, assim como a Adega Bortolan. No empreendimento são vendidos, além dos vinhos, biscoitos, sucos e o chopp de vinho (que compramos, mas não gostamos muito). Anexo à vinícola há um belo restaurante, mas que estava fechado qundo estivemos por lá. Ainda na Vô Vito há uma área de lazer, com brinquedos e esculturas de dois senhores tocando sanfona.

Seguindo o Caminho do Vinho, não muito longe de nossa última parada chegamos ao Vitis Vinifera Vinoteca. Esse empreendimento não trata-se de uma vinícola, mas sim de uma bujtique de bebidas, molhos e artigos alimentares. Em um ambiente bem moderno e super bem decorado, foi o destaque em nossa visita. A loja é muito bem equipada, com diversas marcas de cervejas artesanais, vinhos, vinagres, azeites, destilados, molhos, salgados. Além de tudo isso, ao fundo dispõe de um bar, onde são servidas diversas bebidas e, dentre elas, várias opções de chopps. Aproveitando a área externa, com mesas e bancos estrategicamente colocadas debaixo de belas árvores, ficamos ali petiscando e provando os chopps saborizados. Caso tenha o tempo escasso, uma visita a ao Vitis Vinifera Vinoteca vale pelo happy hour, uma vez que o ambiente é bem despojado e os produtos de excelente qualidade.

Para encerrar nosso passeio de algumas horas pelo Caminho do Vinho, de São José dos Pinhais, passamos também pelo Vinhos do Italiano, uma loja bem simples, mas que reúne grande diversidade de produtos coloniais. Além da comercialização de vinhos, o estabelecimento possui diversas variedades de queijo, salame, bolacha, compota. Ali vendem, ainda, sua produção de frutas cristalizadas e cucas. Os produtos são bem fresquinhos e simplesmente deliciosos!

Booking.com
Nosso passeio pelo Caminho do Vinho foi uma delícia. Apesar da simplicidade, os produtos comercializados são uma delícia, e o atendimento é muito próximo e humano. Há diversos outros empreendimentos que não conseguimos visitar, e isso com certeza nos fará voltar até lá!

Serviço

Caminho do Vinho
Endereço: Colônia Mergulhão, São José dos Pinhas, PR
Site: http://www.caminhodovinho.tur.br/

Essa foi mais uma blogagem coletiva, dia em que vários blogueiros se unem para falar sobre o mesmo tema. Aqui embaixo estão outros blogs falando sobre Vinícolas pelo Mundo:

Viajonários - Califórnia: Vinícola Calcareous em Paso Robles
Turistando.in - Tour degustação em vinícolas chilenas
Viagens Invisíveis - 05 vinícolas para conhecer antes de morrer
Viaje na Web - Groot Constancia - Vinho com chocolates na Vinícola mais antiga da África do Sul
Atravessar Fronteiras - Hospedagem na Casa Valduga
Viajento - Niagara-on-the-lake - Vinícolas no gelo e a produção do ice-wine
Por aí com os Pires - 04 Vinícolas que encantaram os Pires no Sul do Brasil
Trilhas e Cantos - Franschhoek, África do Sul: conhecendo a linda Vinícola Boschendal
Por aí e Por aqui- 5 Vinícolas, 3 países e algumas degustações
Viagens que Sonhamos - Vinícolas com experiências diferentes na Serra Gaúcha
Ligado em Viagem - Tour privado na Vinícola Santa Carolina em Santiago do Chile
Freitas para o Mundo - Bate e Volta de Florença - Conhecendo o famoso Brunello de Montalcino

Comente com o Facebook:

10 comentários:

  1. Muito bom!
    Quer conhecer essa rota e jà anotei a Vinhos do Italiano no meu mapa!
    ;)

    ResponderExcluir
  2. Nunca tinha ouvido falar de um Caminho de Vinhos em Curitiba.
    Certamente, incluirei um dia a mais numa próxima ida a capital.

    ResponderExcluir
  3. Muito bacana sua rota pelas vinícolas, adorei o post e as dicas!

    ResponderExcluir
  4. Muito interessante! Eu não fazia ideia que havia um passeio dedicado ao vinho na região de Curitiba! Mais um pra listinha!

    ResponderExcluir
  5. Meu Deus!! que post mais maravilhoso. Morei 2 anos em Curitiba e não fazia ideia. Já quero visitá-las. =)

    ResponderExcluir
  6. Olha só, eu não sabia que havia este Caminho de Vinhos na região de Curitiba! Nós também gostamos muito deste tipo de passeio.

    ResponderExcluir
  7. As vinícolas estão cada vez mais interessantes para se visitar, praticamente todos os estados do Brasil estão fabricando vinhos (inclusive Pernambuco), é muito bom ver exemplos como o Caminho do Vinho de Curitiba em destaque, parabéns pelo post e pelo blog super informativo!

    ResponderExcluir
  8. Que ideia interessante de passeio em Curitiba, dá pra colocar um dia bem especial com vinhos no roteiro. Adorei a sugestão e as dicas. Certamente farei o caminho dos vinhos quando for até aí.

    ResponderExcluir
  9. Olá Luis Felipe, estive em Curitiba mas não conheci nenhum desdes atrativos! Mais uma razão para voltar, só senti falta de sua opinião sobre os vinhos e espumantes. Gostou? São de boa qualidade?

    ResponderExcluir
  10. Dica anotada pra quando eu for a Curitiba, cidade que por sinal anda no topo da minha lista de desejos.

    ResponderExcluir