Paris, a Cidade Luz

Cidade que respira cultura e transpira os odores de sua mundialmente famosa gastronomia

Holanda: liberdade e tradição lado a lado

O encantador país que mantem suas tradições, mas também demonstra toda a modernidade do primeiro mundo

Gramado: um pedacinho da Europa no Rio Grande do Sul

O destino turístico mais procurado do RS atrai o público com suas infinitas belezas e atrações, não só no inverno

Sim, o Rio de Janeiro continua lindo

Uma cidade exuberante que, apesar dos problemas, nos encantou

Uruguai: tradição, tranquilidade e amabilidade

Nosso irmão menor mostra sua face tranquila, suas belezas naturais e cultos à tradição

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Ametista do Sul - RS

Ametista do Sul é um pequeno município localizado no noroeste do Rio Grande do Sul. Conta com uma população de cerca de oito mil habitantes, e é uma típica cidade do interior. Possui um centrinho com algumas lojas de roupas, móveis, mercados. Um povo bem sossegado, gentil e atencioso, além de curioso! Mas possui um aspecto bastante incomum: é a capital mundial da pedra ametista, e isto fica claro não só no nome da cidade.


Ametista do Sul vive em torno das pedras preciosas. Há diversas empresas que exploram este item na zona rural do município e que lapidam as maravilhas da terra em suas sedes. Há várias lojas de pedras e de artigos produzidos com ametista (e outras pedras), e extrema beleza e bom gosto. Há lembranças que custam poucos reais, até espécimes das centenas de milhares de reais...

No centro da cidade, além das lojas, uma visita obrigatória (se ela estiver aberta quando passar lá!) é a igreja católica. De arquitetura tradicional do lado de fora, possui uma decoração exuberante em seu interior. Boa parte das paredes são revestidas com pedras ametistas. Os púpitos são feitos em pedra. algumas imagens também. A decoração: em pedras extraídas no município. É tudo muito bonito!

A praça em frente a igreja também é bem agradável. Possui um pequeno chafariz, árvores floridas e, visando atrair energias positivas dos cristais, além de crer em fontes esotéricas, uma pirâmide de vidro, revestida internamente em pedras ametistas.

Não muito distante do centro está o local mais bacana da cidade: o Ametista Parque Museu. É um complexo turístico focado nas peculiaridades regionais: pedras e sua mineração. Utilizando equipamentos de segurança, e a bordo de um jipe equipado de grades de proteção, é possível fazer a visita a uma mina verdadeira, que foi utilizada na extração das pedras preciosas. Um guia vai explicando o processo de extração e a história desta exploração. O local é bem apertado e, em alguns pontos, parece que o veículo não vai passar. mas no final dá tudo certo.

Depois de conhecer a mina, fomos conduzidos à exposição de pedras, que fica no interior do prédio. Lá há uma infinidade das mais variadas pedras, como ametista, ágatas... e até um meteorito! Além disso, há um espaço para adentrarmos a mina e poder percorrê-la a pé, observando os detalhes do processo de retirada dos geodos da terra. Ou melhor, de como encontram as pedras preciosas encravadas nas pedras comuns.  No interior desta mina há, também, exposição e degustação de vinhos produzidos na região.

Como opção de hospedagem, temos o Sitio Piovesan. Trata-se de uma pousada localizada na zona rural do município, que oferece muito conforto num clima de fazenda. Muito verde, lago, campo de futebol e a vida simples do interior. A pousada aceita até a hospedagem de animais de estimação de pequeno porte!

Veja nos fotos de Ametista do SuI:
https://www.flickr.com/photos/novocaroneiro/sets/72157655481188748