domingo, 24 de maio de 2015

MEGAPOST EUROPA XI - Catedral de Notre Dame

Um local que toca o imaginário das pessoas, ao evocar as lembranças das histórias lidas e vistas durante a infância. Assim pode ser uma predefinição da Catedral de Notre Dame, um dos pontos de visita obrigatórios em Paris.


Construída durante vários séculos, e em diversas fases, teve suas primeiras paredes construídas ainda no ano 1163, alguns séculos antes da chegada dos portugueses ao Brasil. Este dado é incrível! Visitamos um local que existia antes de se saber que nosso país estava na terra! Coisas de Paris! A igreja, em estilo gótico, fica localizada em uma ilha (Île de la Cité), rodeada pelas águas do Rio Sena. O acesso é bem simples, através de metrô que tem uma estação bem perto da Notre Dame.

A Catedral é belíssima. Tem uma arquitetura que chama a atenção, pelas suas formas, suas torres com pontas. E quanto mais vamos nos aproximando dela, mais boquiabertos ficamos. A fachada é coberta com milhares de detalhes, como imagens de santos e passagens bíblicas. Praticamente toda a parede externa é trabalhada, bem como a madeira das portas.

Ao entrar na Catedral, nos deparamos com suas lindas colunas de sustentação, seu teto côncavo, além de belas imagens religiosas, os tubos do órgão e vitrais bastante coloridos. Um cenário e tanto. Outro fato que chamou nossa atenção, por ser a primeira igreja que visitamos por Paris, é o fato de haver lojinhas de souvenirs e velas dentro da igreja mesmo. Ao passar pela parte interna (visita gratuita), pode-se ver vários mini altares destinados a orações, painéis que contam todo o histórico do local e ainda uma maquete da Catedral muito bem feita, em madeira.

Para a visitação às torres de Notre Dame, é necessário sair da Catedral e dirigir-se a um acesso lateral, onde normalmente há uma filinha. No dia que fomos ela não era muito grande, então não cremos ser necessário comprar ingresso antecipado (que custa cerca de 10 euros). Após o acesso, há uma escada caracol, em pedra, que te leva até uma lojinha, onde espera-se formar um grupo de pessoas que terão o acesso às torres. E o acesso não é fácil... continua-se a subida pela escada caracol de pedra por mais uns 400 degraus. É bem cansativo e a única opção (não tem nada de acessibilidade por lá!).

Chegando lá em cima, e após recuperar-se o fôlego, a recompensa é merecida. Belas vistas de Paris, do alto. Por ser uma cidade predominantemente plana, e sem arranha-céus, pode-se ver bem longe. A Torre Eiffel domina vários ângulos, mas divide espaço com os telhados cinza que ficam sobre paredes amareladas, quase que padrão na capital francesa. No alto das torres pudemos ver de perto os gárgulas, criaturas não muito simpáticas que decoram as torres e, segundo os guias de turismo, protegiam a igreja dos maus espíritos. Seja verdade ou não, fotos tiradas com eles em primeiro plano e a cidade de Paris ao fundo costumam ser belíssimas!

Confira os álbuns da Catedral de Notre Dame:


Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário