sábado, 18 de abril de 2015

EVENTO - Copa do Mundo 2014

Já faz quase um ano que a Copa do Mundo passou pelo Brasil, mas foi tão marcante que resgatei um texto que divulguei no Facebook no mês de julho de 2014:

____________________________________________________________________________
Desde criança as Copas do Mundo me encantavam. Me lembro de Copas a partir de 1990, que ocorreu quando eu tinha meus 7 anos de idade. Naquela Copa lembro bem da seleção da Argentina, que eliminou o Brasil com aquele gol do Caniggia. A seleção portenha tinha também o pegador de pênaltis Goycoechea, que depois veio a jogar (rapidamente) no meu Inter. Logo após veio a Copa de 94, que trouxe a conquista que nossos pais esperavam desde 70! Foi praticamente um grito de renascimento... do futebol brasileiro, em um momento em que economicamente o Brasil despertava para o mundo (disso não me lembro muito bem, mas li hoje e acabei concordando), e chorava a partida do eterno Ayrton Senna. Veio o vice de 1998, o penta, 2006, 2010... 



As copas do Mundo! Os estádios sempre cheios, os campos sempre bem cuidados, os estádios incríveis, as cores e a animação da torcida. Com certeza o encantamento era ainda maior ao comparar com os jogos do (bagunçado, nos anos 90) Campeonato Brasileiro, ou ao gauchão. Afinal, ao contrário das Copas, nestes torneios o futebol era ruim, o campo esburacado, os estádios vazios e feios... Mas a Copa era sempre longe, e nunca tive qualquer esperança de estar ao vivo no meio desta festa. Quando anunciou-se que ela ocorreria no Brasil, fui mais um dos milhões que achava impossível a realização do torneio neste país bagunçado, problemático, sem regras. A FIFA com suas milhares de exigências, as obras longe de terminar... nem mesmo estádios teríamos em condições de receber os jogos! Esse era o pensamento há poucos meses do início da competição. Mas e não é que o jeitinho brasileiro resolveu aparecer do lado positivo? Tudo foi acelerado e com a chegada do evento, se nem tudo estava pronto, as condições para que ele acontecesse estavam aí.



É claro que eu não poderia perder a festa. Vários meses antes passei a tentar adquirir os ingressos (com cadastros, sorteios...). Consegui os tíquetes a preços bem razoáveis (baratos mesmo!!), a partir de R$60,00. Posso dizer que fiz parte da festa, e que foram momentos de muita alegria. Pude acompanhar no Beira-Rio, novo e lindo estádio do meu time, os jogos França x Honduras, Holanda x Austrália e Coréia do Sul x Argélia. Foi tudo incrível! Emocionante andar alguns quilômetros com pessoas das mais diversas partes do mundo (além dos torcedores das seleções que jogavam, acompanhavam a caminhada pessoas de muitas outras nacionalidades), que entoavam cantos de alegria, andavam fantasiados e com adereços coloridos, chamativos, alegres... com tudo aquilo que sempre imaginei de uma Copa do Mundo. Os jogos tomavam um segundo plano! O legal era estar em meio às torcidas! Gritar a favor de Honduras, Austrália, Argélia! Comemorar gols de França, Coréia e Holanda. assim mesmo, tudo ao mesmo tempo! Lindo de ver na fileira atrás da minha, dois coreanos ao lado de dois argelinos, todos torcendo pela sua seleção com empolgação e respeito. Copa do Mundo: um mundo de encantamentos que mesmo tornando-se realidade, manteve este patamar!


___________________________________________________________________________

Como citei no texto, foi um período mágico. Apesar de ter de viajar várias horas para ir e voltar aos jogos, a empolgação das torcidas valeu cada minuto. Porto Alegre teve o "Caminho do Gol", uma avenida que saía do centro até o estádio Beira-Rio, onde os torcedores andavam até o jogo, fazendo festa, com alegria, roupas com cores de suas bandeiras. Mesmo bem antes do jogo já havia o sentimento bom do esporte. Pero do estádio havia muitos facilitadores prestando informação, o estádio estava lindo, novo, remodelado e estruturado para o grande evento. Gostei muito e aprovei cada momento! Uma pena não ter conseguido ingressos para ver a seleção da Argentina, mas quem sabe numa próxima Copa.

Confira o álbum de nossa passagem nos jogos da Copa 2014:


Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário