Paris, a Cidade Luz

Cidade que respira cultura e transpira os odores de sua mundialmente famosa gastronomia

Holanda: liberdade e tradição lado a lado

O encantador país que mantem suas tradições, mas também demonstra toda a modernidade do primeiro mundo

Gramado: um pedacinho da Europa no Rio Grande do Sul

O destino turístico mais procurado do RS atrai o público com suas infinitas belezas e atrações, não só no inverno

Sim, o Rio de Janeiro continua lindo

Uma cidade exuberante que, apesar dos problemas, nos encantou

Uruguai: tradição, tranquilidade e amabilidade

Nosso irmão menor mostra sua face tranquila, suas belezas naturais e cultos à tradição

terça-feira, 31 de março de 2015

MEGAPOST RIO V - Copacabana

Copacaba. A mais famosa das praias. O local do reveillon mais visto do Brasil e, talvez, das Américas.  Um local dos sonhos, mas...

Ma verdae como estivemos no Rio por poucos dias, curtir o dia na praia, curtindo o sol (ou lagarteando, como nós gaúchos diríamos) nem chegou a ser cogitado. Com tantos lugares legais pra conhecer, certamente não ficaríamos a tarde toda pegando sol. Muito pelo contrário... há viagens que foram feitas para cansar, e essa foi uma delas.



Pra não dizer que não falei das flores... Passamos por Copacabana várias vezes, e essa praia acabou sendo um ponto estratégico. Primeiro porque ali há um Centro de Informações Turísticas, onde pegamos várias dicas e informações sobre o transporte pela cidade. Segundo porque não tínhamos mapa do transporte público e ali é bem fácil fazer a transição entre ônibus (no plural) e trem. Terceiro, porque além da praia, ali há a Avenida Nossa Senhora de Copacabana, há algumas quadras do mar, com um forte comércio, lojas de roupas, restaurantes, padarias e supermercados. ´Sempre usamos supermercados em nossas viagens, já que abrem espaço no nosso orçamento, com preços sempre bem mais baixos que bares ou padarias.



Não vou dizer que entendi onde acba Ipanema e começa Copacaba. Ou onde está o Arpoador. Não sei mesmo. Só sei que tem uma curva entre eles. Não saberia dizer nem se o desenho dos calçadões é diferente entre estes lugares. Mas sei que o calçadão é preto e branco!

Fonte: http://anaviaja.blogspot.com.br/2011/03/o-rio-de-janeiro-continua-lindo.html


O passeio por ali é legal. Claro, é uma praia, o clima é propício e sempre tem várias pessoas praticando esportes - corrida, bike, vôlei de praia, o que eleva o astral do lugar. Há várias barracas e quiosques bem estruturados, também, tipo para o turista de alta classe. Também é um ponto onde ocorrem vários eventos durante o ano. Durante nossa estadia havia um de informática e inovação, em Copacaba, e um da NBA, em Ipanema. Por outro lado há muitos vendedores de cangas, sorvetes, amendoim... que acabam incomodando um pouco muito.



Copacabama é um lugar com vicita obrigatória, porém não é nada de fantástico em dias normais. Só pra conhecer, mesmo, e tirar foto das calçadas e do Copacabana Palace. Talvez mude de idéia em alguma virada de ano, quem sabe?!

Para ver o MEGAPOST I - Rio de Janeiro, e nossas outras visitas na cidade, clique aqui.

Confira o álbum de nossa viagem ao Rio de Janeiro:




sexta-feira, 27 de março de 2015

Parceria com a Booking.com

O Novo Caroneiro agora tem uma parceria com a Booking.com. Ao efetuar sua reserva por aqui, passamos a ganhar uma comissão que fará com que possamos manter o blog no ar e cada vez com mais viagens e histórias para contar!

Aproveite e planeje sua viagem agora mesmo!

Booking.com

terça-feira, 24 de março de 2015

MEGAPOST RIO IV - Maracanã


O maior estádio do mundo... ops! Já não é mais... mas nem por isso perde toda a sua imponência. Sem dúvidas o estádio mais importante das Américas. O estádio que já recebeu duas finais de Copas do Mundo. Este é o Estádio Jornalista Mário Filho. O Maracanã. Construído para sediar a Copa de 1950, teve seu primeiro ano bem traumático, com a vitória do Uruguai naquela competição. Depois disso já sediou muitos dos principais jogos em várias competições nacionais e internacionais, muitos shows e até jogo de vôlei. Hoje é um grande centro de entretenimento, tendo o futebol por base, logicamente.

Maraca visto da rampa que vai para a estação de trem

Infelizmente não fomos a nenhum jogo lá, mas fizemos a visita guiada e vale bastante a pena. Conhecemos o interior do estádio e vimos que a reforma para a Copa o transformou em algo bem luxuoso e requintado. Bom, a melhor forma para chegar lá é de trem, que para bem em frente ao estádio, com uma rampa que vai da estação até os portões do Maraca (fomos de ônibus e foi bem tranquilo também, só que nesse caso há o trânsito pesado do Rio). A primeira impressão, confesso, não foi das melhores. Não dá pra dizer que a fachada dele seja, assim, bonita. É bem feinho até. E isso nos fez procurar a entrada logo (e por causa do calor que estava derretendo a gente).



A visita começa logo na loja, com produtos da seleção e dos gigantes cariocas. Depois, com a condução de um guia (com roupas de árbitro, ou bandeirinha), começa a visita pelas partes internas. Há exposição de imagens importantes ocorridas no Maracanã, painéis sobre a Copa das Confederações e Copa do Mundo homenagem ao milésimo gol de Pelé. O estádio possui alguns salões, onde são feitas festas corporativas ou de aniversário. No dia da nossa visita haveria uma "festinha" de aniversário, então tudo era decorado como se o aniversariante (Enzo) tivesse seu clube e lá fosse seu estádio. Demais! Bom, além dos salões, visita-se as tribunas de imprensa, arquibancadas, bancos de reserva, vestiários e sala de entrevistas coletivas.

Respondendo às perguntas dos jornalistas

O estádio é bem grande e impressiona, quando visto de dentro. Mesmo vazio é legal. Confesso que estar neste lugar, como fã de futebol que sou, emociona. Pensar que as maiores estrelas do futebol mundial já estiveram jogando ali é demais!

Informações sobre as visitas podem ser conseguidas aqui. Há também como chegar ao estádio.

Para ver o MEGAPOST I - Rio de Janeiro, e nossas outras visitas na cidade, clique aqui.

Confira o álbum de nossa viagem ao Rio de Janeiro:



domingo, 22 de março de 2015

MEGAPOST RIO III - CBF Experience

O Rio de Janeiro transpira futebol. Ao andar de ônibus entre um bairro e outro - cujos nomes normalmente batizam os clubes de futebol da cidade, como Botafogo, Bangu, Flamengo, São Cristóvão... - é possível ver alguns estádios. Uns conhecidos como o Maracanã, Engenhão, outros que guardam suas glórias no passado, como as Laranjeiras. Além disso, no Rio está a sede da CBF, entidade que coordena o futebol brasileiro e a seleção canarinho. E é a CBF que possui um museu destinado a mostrar a história da seleção brasileira, num espaço novo, amplo, altamente tecnológico e que não citava os 7 x 1 quando fizemos a visita.


O museu, chamado de CBF Experience, está bem escondidinho.... mostra bem ser da CBF. Localizado na Barra da Tijuca, não é dos pontos mais procurados, apesar do alto investimento para sua concepção e de mostrar ambientes muito legais pra quem gosta de futebol. Fomos lá em um domingo e, ao passar pela frente do local, dava a impressão de estar fechado - grades fechadas, nenhum movimento de pessoas. Só havia um segurança, para quem pedimos informação e ele nos disse que sim, estavam atendendo. Lá dentro nos falaram que a média de visitação não chaga a 10 pessoas por dia.

Fonte: checkinpelomundo.blogspot.com

O museu apresenta todos os grandes momentos da seleção brasileira. Painéis com as conquistas, narrações de gols importantes, vídeos de gols e títulos. As taças das Copas do Mundo, das Copas das Confederações, Copas América, outras conquistas e participações estão expostas por lá. As camisetas dos atletas mais impostantes da história, também. Há várias telas touch screen, para efetuar pesquisa sobre, por exemplo, todos os jogadores que já atuaram na seleção, com suas estatísticas com a amarelinha. Há um globo terrestre, com touch screen também, para ver as estatísticas de confrontos entre o Brasil e os países do mundo.

Fonte: digitalvmagazine.com.br

Infelizmente não é possível fotografar ou filmar dentro das dependências do museu. O ambiente é incrível. A iluminação é impecável. Há muitos telões, até no teto. Uma das principais atrações lá dentro é um óculos que te transporta para o cotidiano dos jogadores. Com ele você passa a ter a visão 360 graus de um vestiário, ou da entrada em campo. É demais. Dá para se sentir um jogador de futebol por alguns minutos!

Fonte: 123rede.com

Vale muito a visita. Preferencialmente aos finais de semana, já que o trânsito para a região é meio complicado.

Mais informações, no site do museu (que chamam agora de Museu Seleção Brasileira): http://museucbfexperience.com.br/

Ao final da visita, há muitos produtos da seleção brasileira a venda uma uma pequena boutique, além de lanchonete e sanitários no local.

Não viu o MEGAPOST RIO I? É só clicar aqui.

Confira o álbum de nossa viagen ao Rio de Janeiro:


domingo, 15 de março de 2015

MEGAPOST RIO II - O Cristo Redentor

O principal ponto turístico do Brasil. O monumento que simboliza o Brasil no exterior. O símbolo brasileiro que mais vemos na televisão. O lugar onde o Didi se pendurou em um Criança Esperança... sim, o Cristo Redentor! Um dos lugares que mais fazem parte da vida do brasileiro e que quase todo mundo deseja conhecer. Nós éramos destas pessoas, mas já não somos mais, pois fomos até lá. A Lis já conhecia pessoalmente, inclusive.

Cristo de Costas

Realmente imponente. É um destes monumentos visíveis de boa parte da cidade, e que você sempre vai procurar onde está, ao passear pelo Rio. Ele, mesmo com os braços abertos, nos chama. E nós fomos. Após ver o tamanho do morro do Corcovado a ser subido, pensamos de que forma poderíamos chegar até o topo. Opções eram ônibus coletivo, táxi ou empresa de turismo. Nossa visita se deu em um dia normal no Rio, ou seja, com temperatura bem acima dos 30 graus. Antes de ir para lá, estávamos passeando por Copacabana, onde há um posto de informações turísticas. Lá nos informaram que uma empresa leva as pessoas até o topo do Corcovado, praticamente aos pés do Cristo, em van com ar condicionado, e saindo há alguns metros dali. Só o ar condicionado já nos convenceu que esta seria o melhor meio de ir até lá. Mais informações sobre o transporte e ingresso, aqui.

Após chegarmos lá em cima, vimos que realmente é a melhor opção. Táxis, vans de outras empresas e transporte coletivo param no meio do morro. A  partir daquele ponto apenas as vans oficiais podem subir. Logo, forma-se uma grande fila para pegar a van do parque (que provavelmente seja paga). Na descida vale o mesmo, para quem vai por outros meios, uma van leva até a metade do morro e pega seu transporte a partir dali. No nosso caso, fomos de volta até Copacabana direto lá de cima.

Vista lá do alto

O monumento, apesar de lindo, lá em cima, apenas complementa o cenário. Ou é o incentivo para a subida. No alto do morro, do Cristo apenas tira-se fotos, muitos selfies... O incrível mesmo é a vista de boa parte da cidade, da baía, do mar. Lindo. Do alto, mais do que qualquer outra forma, vimos como o "Rio de Janeiro continua lindo". Uma beleza cujas fotos não conseguem expressar. A mistura do cinza da cidade, do verde da floresta, o azul do céu e o esverdeado do mar formam um dos cenários mais lindos que já vi.

Não preciso nem dizer que é visita fundamental no Rio de Janeiro. Creio que todo turista vá até lá, sem nem pensar muito, mas... fica a dica caso esteja pensando em não ir!

Não leu o MEGAPOST I? É só clicar aqui!

Confira o álbum de nossa viagem ao Rio de Janeiro: